Sobre planos e sonhos…

Por: quinta-feira, julho 27, 2017 0 , Permalink

Sabe quando tudo que a gente planeja acontece diferente?

Essa é a minha vida desde a maternidade! Desde quando descobri que viria uma bebezinha abençoar nossas vidas!

De repente, tudo muda e nossa vida, que era nossa, passa a ser compartilhada porque existe um serzinho indefeso que depende da gente.

O casal cool, deu lugar a família fofa e o que era total liberdade, passou a ser calculado com base em mamadas e sonecas.  Não estou reclamando de nada, muito pelo contrário. Só estou mostrando que a vida muda. Que o nosso mundo se expande quando a gente menos espera – ou espera.

Saímos de Férias – contei um pouco no post Road Trip em família sobre os nossos planos de férias – e tudo deu errado. Tivemos 1/3 das férias que queríamos, tomamos chuva em Paraty, com direito a ressaca, e terminamos nossa viagem recebendo um diagnóstico de Pneumonia num hospital em Niterói.

A Luana estava dodói, apesar de não demostrar.  E por isso não pudemos seguir viagem. Passamos a noite em um hotel em Niterói e retornamos logo pela manhã para São Paulo para ela ser acompanhada pelos médicos daqui. Foi um retorno muito angustiante!! A viagem de 6 horas a caminho de um outro hospital não foi nada fácil.

Mas tudo ficou bem! A menina é forte como um touro e Deus abençou tanto que não precisou internar nem nada.

Mas onde quero chegar com essa história, no mínimo, frustrante?

Quero dizer que as vezes as coisas não acontecem como a gente sonha ou planeja. E não é por falta de esforço, dedicação ou conhecimento. As vezes, simplesmente não está em nossas mãos. Por isso, sempre temos que ter um plano B, C, …, Z e temos que ficar felizes também!

No nosso caso, apesar de encerrarmos a nossa viagem, resolvemos aproveitar os últimos momentos, reservamos um quarto num hotel confortável e que tivesse um bom restaurante. Tudo que a gente queria era uma boa refeição, um bom banho e uma cama gostosa. E foi agradável, apesar da situação. Amanhecemos com uma vista incrível do Rio de Janeiro, tomamos um excelente café da manhã, fizemos nossas orações e voltamos para casa. Repetia como um mantra: Estamos fazendo o melhor que podemos na pior situação. O que a gente puder fazer para ficarmos mais tranquilos e deixar nossa filha mais confortável é o que vamos fazer.

E foi assim até chegarmos em São Paulo e voltarmos para casa com a nossa filha fora de riscos e sem precisar de internação. Fizemos o tratamento dela em casa e pudemos descansar – principalmente o Matheus, que estava num ritmo de trabalho bem estressante. Depois que a Luana ficou boa, recebemos as primas dela em casa. Foram duas semanas de pura loucura (gostosa) com três crianças em casa!!

Tentem abstrair a “pose de mano” do Matheus – ele estava imitando a Letícia que está com mania de fazer isso em todas as fotos… rs

Depois de tudo isso, e de reconhecer que não temos o controle sobre tudo, e que às vezes, o melhor lugar é a nossa casa, tomamos uma grande decisão em família. Muitas mudanças virão, e confesso que fico um pouco nervosa com tudo isso, mas vamos deixar Deus no controle de tudo e vamos batalhar para realizar os nossos novos objetivos.

Você já fez planos que não se realizaram? No final, você sentiu que aquilo, apesar de doer, te fez bem? Conte para a gente! Vamos conversar um pouquinho sobre isso!!

 

 

 

Ainda não há comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *