Dicas para fazer um casamento com mesa marcada

Já escrevi sobre o assunto uma vez aqui no blog e na época (lá em 2013) fui enfaticamente contra a marcação de lugares em um casamento. Veja o post: Lugar Marcado no Casamento? Não, por favor!

Ainda tenho bastante resistência ao modelo e recomendo às minhas noivas a não fazerem, mas tem gente que faz questão e convidados que preferem assim, como a Cami comentou:

Eu prefiro muito mais ir a um casamento com mesa marcada, assim sei que posso ir sentar com calma, sem ter que sair correndo pra conseguir mesa. Não me importo em ter trabalho ou custos a mais. Quanto a bagunca, acredito que a falta de marcação cria mais bagunça. O único item que eu concordo é que sempre vai ter um convidado chateado com a escolha da mesa. […] Enfim, cada um tem sua opinião. Eu vou fazer no meu, mas claro que vou organizar direitinho e deixar pelo menos um lugar sobrando em cada mesa, pro caso de ir alguém que eu não esperava.

Casamento com Lugar Marcado

 Dicas de como marcar os lugares para os convidados no casamento:

  1. Faça um mapa do casamento – Peça a planta baixa ao local da festa e planeje (de preferência com a sua Assessora) onde exatamente vai ficar cada coisa: Pista de Dança, Bar, Lounge, banheiros, foto-cabine, etc. Também é interessante saber a quantidade exata de mesas e a quantidade de pessoas por mesas, sempre deixando uma folga. Por exemplo, se a mesa acomoda 10 pessoas, considere 8 pessoas por mesa. Desenhe e numere as mesas!!
  2. Tenha uma lista com o nome de todos os convidados (Isso mesmo, TODOS – Não vale tio Alberto e família) e faça o RSVP. É necessário que todos da lista estejam considerados e tenha lugar para todos. Exceto quando a pessoa respondeu sua ausência.
  3. Considere deixar algumas mesas sem marcação alguma para emergência.
  4. Leve em consideração os graus de relacionamento entre os convidados e separe-os primeiro por setores.
  5. Leve em consideração a idade dos convidados – É muito deselegante e desconfortável colocar idosos e crianças pequenas próximos à pista de dança. Também não é legal deixar idosos muito longe do buffet ou perto de escadas ou qualquer coisas que ofereça riscos. Mobilidade e acessibilidade são muito importantes!
  6. Leve em consideração se são ou não fumantes – os fumantes gostam de se sentar próximos aos locais em que fumar é permitido.
  7. Se for um casamento com mais de 100 pessoas, tenha pelo menos duas pessoas na recepção exclusivamente responsáveis por encaminhar os convidados aos seus lugares. Quanto maior a lista, mais pessoas na recepção, ok?
  8. Se a marcação de lugares está te dando dores de cabeça, considere marcar apenas algumas mesas especiais para os familiares mais próximos e com relação ao restante dos convidados, tente relaxar. A Fernanda Floret escreveu em seu blog e eu repito aqui:

Na dúvida de como reservar lugares, não reserve. Na maioria das vezes uma boa festa é uma festa com menos regras.

A situação se modifica um pouco quando estamos planejando um miniwedding. Como regra geral, consideramos que todos os convidados comparecerão ao casamento. Nesse caso, deixar a mesa marcada e o lugar reservado pode ser um carinho e o convidado aprecia quando é lembrado. Também é interessante que se tenha mesas de tamanhos diferentes para acomodar bem as famílias, que variam muito de tamanho, e círculos de amigos.

Ferramentas que podem ajudar na marcação dos lugares:

A primeira delas você encontra aqui no blog: a planilha de Convidados

A segundo é o Wedding Mapper – Guest Manager: um Seating Chart interativo onde você adiciona os convidados, as mesas e as zonas importantes do casamento – você pode arrastar e trocar os convidados de mesa de forma simples e direta.

Espero que essas dicas tenham te ajudado! Se restou alguma dúvida, ou se deseja adicionar alguma informação, aproveite o campo de comentários. 😉

Um beijo!!

Ainda não há comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *